Seborreia: Como Tratar e Acabar com a Caspa

Curta e Compartilhe!
Tempo de leitura: 5 minutos

Caspa (ou seborreia) é uma condição crônica comum do couro cabeludo caracterizada por descamação e, muitas vezes, coceira.

A caspa não é contagiosa. Mas pode ser um problema constrangedor e às vezes difícil de tratar.

publicidade

Casos leves de caspa podem precisar de nada mais do que lavagem diária com um xampu neutro. Casos mais persistentes de caspa frequentemente respondem a xampus medicinais.

Neste artigos vamos falar mais sobre o tratamento da caspa.

Sintomas e causas

Para a maioria das pessoas, os sintomas da caspa são fáceis de detectar: são escamas brancas no couro cabeludo que se dispersam sobre os cabelos e até nos ombros. Muitas vezes o couro cabeludo tem coceira.

A seborreia pode piorar no inverno e com a oleosidade do couro cabeludo, entre outros fatores.

Para saber mais sobre sintomas, áreas afetadas e causas leia o artigo: DERMATITE SEBORREICA: Seborreia ou Caspa.

A seborreia também  deve ser diferenciada da psoríase. Saiba como.

Leia mais sobre psoríase e sobre os tipos de psoríase.

Para conhecer o tratamento de psoríase leia Psoríase: tratamento e controle.

Tratamento da caspa

A caspa pode quase sempre ser controlada, mas o tratamento pode levar a algumas tentativas e erros.

Em geral, a limpeza diária com um xampu suave para reduzir a oleosidade e o acúmulo de células da pele pode muitas vezes ajudar a seborreia leve.

Quando xampus comuns falham, xampus anticaspa comprados em farmácia ou até supermercados pode ajudar.

Mas os xampus para caspa não são todos iguais, e o ideal é não usar apenas um xampu, mas revezar a cada lavagem para que o couro cabeludo não acostume.

Xampus

Os xampus para seborreia são classificados de acordo com a medicação que eles contêm:

– Xampus de ciclopirox olamina – como Stiprox:  Esse ativo é um agente antifúngico de amplo espectro, que combate o Pityrosporum ovale, relacionado ao aparecimento da caspa. Destinado à higienização do couro cabeludo e prevenção contra a caspa, ciclopirox olamina elimina o fungo e a oleosidade causadores do problema. Promove a redução da coceira, descamação e vermelhidão no couro cabeludo. 

– Xampus de piritionato de zinco – como Selsun Azul, Head & Shoulders e Clear: Estes contêm o agente antibacteriano e antifúngico piritionato de zinco. Este tipo de xampu pode reduzir o fungo no couro cabeludo que pode causar caspa e dermatite seborreica.

– Xampus à base de coaltar (alcatrão) – como Tarflex e Ionil T: O alcatrão de carvão, um subproduto do processo de fabricação de carvão, ajuda as condições de caspa, dermatite seborreica e psoríase. Diminui a rapidez com que as células da pele do couro cabeludo morrem e descamam. Em cabelos claros, esse tipo de xampu pode causar descoloração. Estes xampus não são mais encontrados nas farmácias.

publicidade

– Xampus contendo associação de ácido salicílico com piroctona olamina – como Doctar, Pielus,  Klinse e Kerium DS: Além de ajudar a eliminar a escamação, tem ação anti-inflamatória, antifúngica e calmante. Apresenta dupla ação para o controle da oleosidade capilar. Stiproxal é associação de ácido salicílico com ciclopirox olamina.

– Xampus sulfeto de selênio – como o Selsun Ouro: Esses xampus retardam a morte das células da pele e também podem reduzir o fungo Malassezia. Porque eles podem descolorir cabelo loiro, cinza ou quimicamente colorido, deve-se enxaguar bem após a lavagem.

– Xampus de cetoconazol – como Nizoral e Capel: O cetoconazol é um agente antifúngico de amplo espectro que pode funcionar quando outros shampoos falham.

O uso dos xampus pode ser diário, se necessário, mas nunca mais do que o necessário. Eles podem deixar o couro cabeludo seco, levando a mais descamação. Usar um condicionador após a lavagem pode ajudar a aliviar o ressecamento.

Além disso, o uso de apenas um xampu pode fazer com que ele perca a eficácia ao longo do tempo.

Há xampus com mais de um componente ativo, como a associação de ciclopirox olamina com piritionato de zinco e ácido salicílico (xampus Nodé DS, Teloss DS e Ducray Kelual DS). Mas não recomendamos.

Sempre deve-se ter mais de um xampu e revezar a cada lavagem. Quanto mais xampus no box, melhor!

Os xampus para caspa não costumam fazer muita espuma. Uma coisa que pode melhorar isso é lavar antes com um xampu comum, de preferência neutro.

  • Xampu infantil: por ser neutro pode ajudar em casos leves de seborreia.

Tratamento caseiro

– Sabão de coco: um sabão de coco de boa marca costuma ser cosmeticamente agradável e ajuda a controlar caspas leves.

– Chá verde: pode-se combinar o chá verde, óleo essencial de hortelã-pimenta e vinagre branco e depois massagear o couro cabeludo por cinco minutos. Em seguida, lavar com um shampoo e condicionador sem sulfato. O óleo essencial de chá verde e hortelã-pimenta tem propriedades antioxidantes e antimicrobianas que podem promover um couro cabeludo saudável e também condicionar o cabelo para que ele não fique tão seco ou irritado.

– Vinagre de maçã: deve-se diluir o vinagre com partes iguais de água. Usar esta mistura como um substituto para o xampu. O vinagre de maçã pode combater o fungo que causa a caspa. Ele fornece alívio da coceira e pode ajudar a diminuir a caspa.

– Óleo de coco: combinar de cinco a dez gotas de óleo de melaleuca com 5 colheres de sopa de óleo de coco. Aplique a mistura no couro cabeludo e massagear à noite e, em seguida, lavar pela manhã ou, no mínimo, deixar por 30 minutos e depois lavar. O óleo de coco também combate os fungos, o que pode ajudar a eliminar a caspa. O óleo de melaleuca ajudará a trazer o brilho de volta ao seu cabelo.

– Suco de limão: massagear o couro cabeludo com 2 colheres de sopa de suco de limão e deixar descansar por um minuto. Em seguida, misturar 1 colher de chá de suco de limão e 1 xícara de água. Lavar o cabelo com a mistura. Repetir isso antes do banho diário para obter melhores resultados. Suco de limão fresco contém ácidos que ajudam a combater o fungo que pode causar caspa. Ele também não tem produtos químicos, que podem prejudicar o couro cabeludo.

– Bicarbonato de sódio: molhar o cabelo e polvilhar com 1 colher de sopa de bicarbonato de sódio por todo o couro cabeludo. Deixar por um minuto e lavar. Pode-se usar xampu para enxaguar completamente. Bicarbonato de sódio combate os fungos hiperativos e pode ajudar a esfoliar a pele do couro cabeludo sem irritá-lo. O bicarbonato de sódio também absorve o excesso de óleo.

– Aspirina: contém ácido acetilsalicílico que é quimicamente parecido com o ácido salicílico e ajuda no controle da caspa. Esmagar duas aspirinas e misturar com uma gota de shampoo. Lavar os cabelos com a mistura, massageando o couro. Deixar por alguns minutos e enxaguar. Lavar com xampu até remover completamente o pó de aspirina. Ou esmagar três comprimidos e dissolver em uma colher de sopa de vinagre. Massagear o couro com a mistura, deixar por meia hora e enxaguar.

Estilo de vida e seborreia

Além da lavagem regular, gerenciar o estresse pode reduzir o risco de desenvolver a caspa.

O estresse afeta a saúde geral, tornando a pessoa suscetível a várias condições e doenças.

publicidade

Veja também:

data-matched-content-ui-type="image_sidebyside" data-matched-content-rows-num="3" data-matched-content-columns-num="3" data-ad-format="autorelaxed">