Conheça os 8 tipos mais comuns de eczema (dermatite)

Conheça os 8 tipos mais comuns de eczema (dermatite)

Tempo de leitura estimado: 8 minutos
Print Friendly, PDF & Email

Se a pele coça e fica vermelha de vez em quando, isto pode ser eczema.

Esta condição da pele é muito comum em crianças, mas os adultos também podem ter.

Todo eczema é uma dermatite, mas nem toda dermatite é um eczema.

Isso porque dermatite significa inflamação na pele. Então, eczema é um tipo de dermatite, assim com é psoríase ou lupus. Mas, para fins de redação, utilizaremos as palavras “dermatite” e “eczema” como sinônimos.

Os 8 diferentes tipos mais comuns de eczema

Há diversos tipos de eczema e cada um tem seu próprio conjunto de sintomas e gatilhos.

Por mais diferentes que sejam, todos têm como causa fatores ambientais associados a uma predisposição genética.

Existem também alguns sintomas comuns para todos os tipos de eczema:

Outra coisa que todos os eczemas têm em comum é que nenhum eczema é contagioso!

1. Dermatite atópica

“Atópico” refere-se a uma alergia. Pessoas com eczema muitas vezes têm alergias ou asma, juntamente com coceira e pele com vermelhidão.

A dermatite atópica é a forma mais comum de eczema.

Geralmente começa na infância e muitas vezes fica mais amena ou desaparece na idade adulta.

A dermatite atópica é uma parte da “tríade atópica”.

As três doenças na tríade são: a dermatite atópica, a asma e a rinite alérgica sazonal, também chamada de febre do feno, que é um tipo de rinite alérgica ao pólen de certas plantas.

Muitas pessoas com dermatite atópica têm todas as três condições: dermatite, rinite e asma.

Sintomas da dermatite atópica

  • Localização: as lesões muitas vezes se formam nas dobras dos cotovelos ou joelhos
  • A pele nas áreas onde a lesão aparece pode ficar mais clara ou mais escura, ou ficar mais espessa
  • A pele pode ficar edemaciada (inchada) e drenar uma secreção fluida se o local sofrer escoriação (for arranhado)
  • Os bebês muitas vezes apresentam as lesões no couro cabeludo e nas bochechas
  • A pele pode evoluir com infecção bacteriana secundária se for machucada Eczema (dermatite): 7 tipos mais comuns

Causas

A dermatite atópica acontece quando a barreira natural da pele contra os agentes externos mais agressivos é enfraquecida.

Isso significa que a pele tem menor capacidade de proteção contra irritantes e alérgenos.

Embora haja uma reação a alérgenos, o eczema atópico não exatamente uma alergia. Está mais para uma hipersensibilidade.

O estresse é um gatilho importante para a manifestação e gravidade das lesões.

A dermatite atópica é provavelmente causada por uma combinação de fatores como:

  • Constituição genética familiar
  • Pele seca
  • Falha no sistema imunológico
  • Gatilhos no meio ambiente

Leia sobre dermatite atópica em crianças.

Tratamento

A hidratação da pele é fundamental no controle da dermatite atópica.

A hidratação da pele deve ser por meio do uso generoso de hidratantes e do não ressecamento da pele no banho.

Para não ressecar a pele, o banho deve ser na temperatura do corpo  (não é morno), sem esponja ou bucha, com sabonete neutro ou hidratante e rápido (3 minutos: molha, ensaboa e enxagua).

Corticoides devem ser usados por tempo limitado com o intuito de tirar o paciente de uma situação crítica.

O uso prolongado de corticoide tópico leva o corpo a acostumar-se e não ter mais o efeito desejado, restando os efeitos colaterais e a maior dificuldade de controle do eczema.

Fatores desencadeantes devem ser evitados.

2. Dermatite de contato

Se a pessoa tem uma pele vermelha e irritada causada por uma reação às substâncias que tem contato, ela pode ter dermatite de contato.

Há dois tipos de dermatite de contato:

  • Dermatite de contato alérgica: que é uma reação do sistema imunológico a um irritante como, por exemplo, látex ou metal- 20% dos caso.
  • Dermatite de contato irritativa ou por irritante primário: que aparece quando um produto químico ou outra substância irrita a pele – 80% dos casos.

Sintomas da dermatite de contato

  • Coceira, vermelhidão na pele e sensação de queimação ou ardência na área de contato
  • Bolhas e vesículas (pequenas bolhas) podem se formar
  • Se a condição permanecer por longo tempo, a pele pode engrossar e ficar escamosa

Na dermatite de contato por irritante primário, a forma da lesão tem geralmente a forma exata da área de contato.

Já na dermatite de contato alérgica, como é uma reação imunológica, a área de vermelhidão pode ultrapassar a área de contato.

Eczema (dermatite): 7 tipos mais comuns

Causas

A dermatite de contato ocorre quando a pessoa tem contato com uma substância que irrita a pele ou causa uma reação alérgica.

As causas mais comuns são:

  • Detergentes
  • Alvejante
  • Adornos de metal (“jóias” e relógios)
  • Látex
  • Níquel
  • Tintas
  • Algumas plantas
  • Produtos de cuidados da pele, incluindo maquiagem
  • Sabonetes e perfumes
  • Solventes
  • Tabaco

Tratamento

O tratamento principal é evitar o contato com o material  causador da dermatite.

Caso haja o contato, em casos críticos pode-se usar corticoide tópico.

3. Eczema da mão

O eczema que afeta apenas as mãos é chamado eczema da mão.

A pessoa pode ter este tipo de dermatite se trabalha em alguma atividade que expõe a pele a produtos químicos irritantes constantemente, como cabeleireiro, frentista ou auxiliar de serviço limpeza.

O eczema de mão é uma forma de dermatite de contato por irritante primário, mas cuja apresentação é mais gradual, evolutiva.

Eczema (dermatite): 7 tipos mais comuns

Sintomas do eczema da mão

  • As mãos ficam vermelhas, com pele ressecada e com muita coceira
  • A pele, nesta condição, pode formar fissuras (rachaduras) ou vesículas

Causas

O eczema da mão é desencadeado pela exposição a produtos químicos.

As pessoas que trabalham em empregos que as expõem a substâncias irritantes são mais propensas, como:

  • Limpeza
  • Cabeleireiro
  • Cuidados de saúde
  • Lavandaria ou limpeza a seco

Tratamento

O tratamento é o mesmo do eczema de contato.

Luvas podem ser usadas a fim de proteger as mãos.

4. Eczema disidrótico

O eczema disidrótico, ou disidrose, apresenta-se como pequenas bolhas que se formam nas mãos e nos pés, que geram muita coceira..

É mais comum em mulheres que em homens.

Sintomas do eczema disidróticoEczema (dermatite): 7 tipos mais comuns

  • Vesículas (pequenas bolhas) cheias de líquido se formam nos dedos, principalmente nas laterais e também nas palmas das mãos e plantas dos pés
  • Essas vesículas podem coçar intensamente ou até doer
  • A pele pode descamar e fissurar (rachar)

Causas

O eczema disidrótico pode ser causado por:

  • Alergias (produtos de limpeza e temperos são os mais comuns)
  • Mãos e pés úmidos pelo suor exagerado
  • Exposição a substâncias como níquel, cobalto ou sal de cromo
  • Estresse – principal fator.

Tratamento

Evitar o estresse…   …como se fosse fácil.

Usar hidratante nas mãos

Cremes com ureia a 20% podem reduzir o surgimento das pequenas bolhas por deixar a pele mais fina e hidratada.

Corticoide tópico pode ser usado, se crítico.

5. Neurodermatite

A neurodermatite é semelhante à dermatite atópica.

Nesta forma de eczema, a pele apresenta manchas espessas e escamosas. Eczema (dermatite): 7 tipos mais comuns

Sintomas da neurodermatite

  • Manchas grossas e escamosas se formam nos braços, pernas, nuca, couro cabeludo, parte inferior dos pés, dorso das mãos ou genitais
  • Essas manchas podem apresentar muito coceira, especialmente quando a pessoa está relaxado ou dormindo
  • Se as manchas sofrerem escoriação, elas podem sangrar e evoluir com infecção bacteriana secundária

Causas

A neurodermatite geralmente começa em pessoas que têm outros tipos de eczema ou psoríase.

Não se sabe exatamente o que causa, embora o estresse possa ser um gatilho.

Tratamento

Hidratação da pele é fundamental.

Uso de corticoide, se necessário.

6. Eczema numular

A palavra “numular” significa moeda em latim.

Este tipo de dermatite faz com que manchas redondas e em forma de moeda se formem na pele.

O eczema numular é muito diferente de outros tipos de eczema, e pode coçar muito.

Sintomas do eczema numular Eczema (dermatite): 7 tipos mais comuns

  • Manchas redondas, em forma de moeda, se formam na pele
  • As manchas podem coçar e descamar

Causas

O eczema numular pode ser desencadeado por uma reação a uma picada de inseto ou por uma reação alérgica a metais ou substâncias químicas.

A pele seca também pode causar o eczema numular.

É mais provável que uma pessoa tenha esta dermatite se tiver outro tipo de eczema, como a dermatite atópica.

Tratamento

O tratamento não é diferente do que é feito na maioria dos eczemas:

  • Hidratação da pele;
  • Uso de corticoide, se necessário.

7. Dermatite de estase

Este tipo de eczema está associado à má circulação das pernas, geralmente por causa das veias varicosas.

A pessoa que tem varizes, tem insuficiência venosa. Ou seja: há dificuldade no retorno do sangue pelas veias até o coração.

Esta dificuldade de retorno do sangue chama-se estase venosa.

Em um quadro de estase, o sangue com dificuldade para subir ao coração, aumenta a pressão dentro da veia e faz extravasar líquido de dentro da veia para a pele.

O líquido infiltrado na pele faz com que a perna fique inchada (edemaciada) e este líquido pode drenar da pele e causar irritação.

Essa irritação causada pelo líquido infiltrado na pele que extravasa desta (como uma esponja que é apertada) é a chamada dermatite de estase.

Este fluido causa inchaço, vermelhidão, coceira e dor.

Sintomas da dermatite de estase Eczema (dermatite): 7 tipos mais comuns

  • Os tornozelos e os pés são a parte geralmente afetada
  • Os sintomas, como coceira e inchaço são mais intensos nos dias em que a pessoa fica muito tempo de pé ou caminha muito
  • As pernas podem doer ou apresentar sensação de peso
  • Provavelmente a pessoa também tem veias varicosas, que são veias espessas e tortuosas nas pernas
  • A pele sobre as veias varicosas é ressecada e tem coceira
  • A pessoa tem o risco de escoriar a pele ao coçar e desenvolver úlceras que são difíceis de curar

Causas

A dermatite de estase ocorre em pessoas com problemas de fluxo sanguíneo na parte inferior das pernas.

Se o sangue nas veias das pernas tem dificuldade de voltar ao coração, o sangue pode acumular-se nas pernas, causando estase.

As pernas podem inchar e as varizes podem piorar.

Tratamento

Melhorar a circulação com o uso de meias compressivas e hidratar a pele.

Corticoide tópico somente se crítico.

8. Dermatite seborreica

A dermatite seborreica é muito comum e  é uma inflamação crônica que surge nas áreas seborreicas da pele, que são áreas que contêm grande número de glândulas sebáceas.

As lesões de pele costuma ser placas avermelhadas que coçam e podem descamar.

As áreas seborreicas têm uma grande produção na oleosidade na pele.

Essa áreas são couro cabeludo, face, região peitoral, canal auditivo e costas. No couro cabeludo,  nos casos não inflamados, é apenas a conhecida caspa.

Causas

As causas da dermatite seborreica não são conhecidas, mas sabe-se que um fundo chamado Malassezia (antigamente chamada de Pityrosporum ovale), que é natural do corpo, está em número elevado.

Os casos leves podem ser controlados apenas com xampu anti-caspa somente.

Se não houver melhora com os xampu anti-caspa tradicionais, uma consulta com o médico dermatologista faz-se necessária. O uso de pomadas, loções ou xampus com corticoides pode ser necessário para o controle das lesões, se crítico.

Tratamento em comum dos eczemas

O eczema geralmente é uma condição crônica com períodos de melhora e de piora.

Quando aparece, o tratamento para o controle pode ser necessário, além de evitar as situações predisponentes.

Alguns medicamentos incluídos no tratamento:

  • Anti-histamínicos, como a loratadina, podem controlar a coceira;
  • Creme ou pomada de corticosteroides podem reduzir a coceira, mas só devem ser utilizados com orientação médica, pelo risco de acostumar e não fazer mais efeito e de causar efeitos colaterais, como atrofiar a pele;
  • Em situações mais graves, corticosteroides por via oral podem ser prescritos pelo médico;
  • Os inibidores da calcineurina, como o tacrolimus (Protopic) e o pimecrolimus (Elidel), reduzem a resposta imunitária que provoca a coceira da pele vermelha, sem causar a atrofia que o corticoide causa;
  • Os antibióticos tratam infecções bacterianas secundárias da pele;
  • A fototerapia com luz ultravioleta pode melhorar as lesões;
  • As compressas frias aplicadas antes de aplicar o creme corticosteroide podem ajudar o medicamento a “entrar” mais facilmente na pele.

Evitar os gatilhos é fundamental.

O uso de hidratantes sem ureia e o banho com a água na temperatura do corpo pode ajudar a recuperação da pele e reduzir a coceira.

Quanto à temperatura da água do banho na temperatura do corpo, o banho não é frio, mas também não é quente e nem morno, já que morno é uma sensação mais quente que o corpo.

Outras dicas para a pele de quem tem dermatite

Aqui estão algumas maneiras de prevenir os surtos de eczema e melhorar os sintomas:

Eczema (dermatite): 7 tipos mais comuns

  • Aplique compressas frias à pele, ou tome um banho de bicarbonato de sódio ou com um pouco de aveia para aliviar a coceira.
  • Hidrate a pele diariamente com um creme com óleo para formar uma barreira protetora na pele. Aplique o creme logo depois de sair do banho para selar a umidade.
  • Depois de tomar banho, gentilmente seque a pele com uma toalha macia. Nunca esfregue.
  • Evite arranhar. A pele escoriada pode evoluir com infecção bacteriana secundária.
  • Use produtos de limpeza neutros e sem cheiro.
  • A maquiagem e outros produtos para cuidados com a pele também devem ser neutros e sem cheiro. Uma dica é usar produtos, como sabonetes e xampus, para crianças.
  • Use luvas e roupas de proteção sempre que manusear produtos químicos.
  • Use roupas soltas feitas de fibras macias, como algodão.

E não esqueça do protetor solar.

Referências

O que É asma: causas, sintomas e tratamento