DST – Doenças Sexualmente Transmissíveis: 7 Sintomas Mais Comuns

Curta e Compartilhe!
<span class=\"notranslate\"><strong>Tempo de leitura:</strong></span> 4 minutos

Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST)

As doenças sexualmente transmissíveis (DST) são mais comuns do que muita gente imagina.

Milhões de novas infecções são diagnosticadas a cada ano e muitas pessoas permanecem sem diagnóstico.

publicidade

Uma das razões pelas quais muitas pessoas não sabem que estão infectadas é que muitas DST não apresentam nenhum sintoma.

A pessoa pode estar infectada por anos sem saber.

Mesmo quando as doenças sexualmente transmissíveis não apresentam sintomas óbvios, elas ainda podem causar danos ao corpo.

As DST assintomáticas (sem sintomas) não tratadas podem:

  • aumentar o risco de infertilidade
  • causar certos tipos de câncer
  • espalhar para os parceiros sexuais
  • causar danos ao feto se a mulher estiver grávida
  • tornar a pessoa mais suscetível à infecção pelo HIV

Sintomas das doenças sexualmente transmissíveis (DST)

Qualquer pessoa pode ser contaminada e adquirir uma DST, basta estar desprevenida.

É importante proteger a saúde sexual.

Os sintomas das DST podem variar de leves a extremos.

Alguns dos sintomas mais comuns das doenças sexualmente transmissíveis incluem o seguinte:

1. Mudanças na micção

Queimação ou dor durante a micção pode ocorrer devido a uma infecção do trato urinário ou pedras nos rins.

No entanto, também pode ser um sintoma de várias doenças sexualmente transmissíveis.

DST que podem causar dor durante a micção incluem:

A pessoa também deve observar a cor da urina para verificar a presença de sangue.

2. Corrimento incomum no pênis

Um corrimento no pênis geralmente é um sintoma de uma DST ou outra infecção.

As DSTs que podem causar corrimento incluem:

  • clamídia
  • gonorréia
  • tricomoníase

Estas infecções são geralmente tratáveis com antibióticos.

3. Queimação ou coceira na área vaginal

DST nem sempre são a causa de queimação ou coceira na área vaginal.

publicidade

Uma infecção bacteriana ou levedura também pode causar queimação vaginal ou coceira.

4. Dor durante o sexo

A dor ocasional durante o sexo é bastante comum entre as mulheres.

Por causa disso, pode ser um dos sintomas mais negligenciados de uma DST.

Se a mulher sentir dor durante o sexo, ela deve procurar um médico, particularmente se a dor:

  • for recente
  • mudar de característica (forma, intensidade etc)
  • começar com um novo parceiro sexual
  • começar depois de uma mudança nos hábitos sexuais

A dor durante a ejaculação também pode ser um sintoma de DST nos homens.

5. Corrimento vaginal anormal ou sangramento

Corrimento vaginal anormal pode ser um sintoma de várias infecções transmitidas sexualmente ou não.

Infecções sexualmente associadas, como leveduras e vaginose bacteriana também podem causar corrimento.

Algum corrimento vaginal é normal durante todo o ciclo menstrual. No entanto, não deve ser estranhamente colorido ou cheirar mal.

Corrimento vaginal anormal pode ser sintoma de uma DST.

Por exemplo, o corrimento que ocorre devido à tricomoníase é geralmente verde, espumosa e com mau cheiro; o corrimento da gonorreia pode ser amarelado e tingido de sangue.

Se a mulher tem sangramento entre os períodos menstruais também podem ser um sinal de câncer.

6. Lesões elevadas ou feridas

Lesões elevadas (sólidas ou líquidas, como pequenas bolhas) e feridas podem ser os primeiros sinais visíveis de doenças sexualmente transmissíveis, incluindo:

Esse tipo de sinal aparece aonde há o contato, podendo ser visível na boca, pênis, região genital externa feminina e região perianal, como pode não ser visível em locais como a vagina e canal anal.

Algumas dessas leões podem proliferar, se não tratadas, como algumas podem desaparecer espontaneamente, como as lesões do herpes genital.

Só porque uma ferida desapareceu não significa que a infecção foi embora.

Uma infecção como herpes é vitalícia. Uma vez infectado, o vírus está presente no corpo para sempre.

O molusco contagioso é muito comum na criança e, neste caso, não tem relação com atividade sexual, apenas é uma infecção de pele muito contagiosa em crianças.

7. Dor na região pélvica ou abdominal

A dor pélvica pode ser um sinal de várias condições.

Se a dor é incomum ou intensa, uma infecção ou um tumor pode estar evoluindo.

Muitas causas de dor pélvica não estão relacionadas às DST.

No entanto, uma das causas de dor pélvica grave em mulheres é a doença inflamatória pélvica (DIP), que ocorre quando as DST assintomáticas não são tratadas.

Bactérias sobem até o útero e o abdome. Lá, a infecção causa inflamação.

A doença inflamatória pélvica pode ser extremamente dolorosa e, em alguns casos, fatal.

A doença inflamatória pélvica é uma das principais causas de infertilidade evitável em mulheres.

Sintomas não específicos

DST são infecções e assim como outras infecções, elas podem causar muitos sintomas inespecíficos, que são sintomas que podem ser causados por várias doenças.

Eles indicam que o corpo está respondendo a uma infecção.

Sintomas inespecíficos que podem ocorrer devido a DST e condições relacionadas incluem:

publicidade

  • calafrios (arrepios)
  • febre
  • cansaço
  • erupções cutâneas (como na sífilis secundária)
  • perda de peso

DST a longo prazo

Algumas doenças sexualmente transmissíveis são curáveis, enquanto outras não são.

Os tratamentos das doenças sexualmente transmissíveis não curáveis podem reduzir os sintomas.

Mesmo que a pessoa tenha sido tratada e não tenha mais a DST em questão, ela pode contrair a mesma DST novamente de outro parceiro, ou do mesmo, se os dois não foram tratados simultaneamente.

Ter uma doença sexualmente transmissível não confere imunidade contra uma nova infecção pelo mesmo agente infeccioso.

Referências

publicidade

Veja também:

data-matched-content-ui-type="image_sidebyside" data-matched-content-rows-num="3" data-matched-content-columns-num="3" data-ad-format="autorelaxed">