DOR DE CABEÇA (Cefaléia): Tipos, Causas e Como Evitar

Curta e Compartilhe!
Tempo de leitura: 10 minutos

Evitar a dor de cabeça é mais fácil quando você entende

Quase todo mundo já teve dor de cabeça, também chamada de cefaléia.

Uma dor leve pode ser aliviada rapidamente por um analgésico de venda livre, um pouco de comida ou café, ou um breve descanso.

publicidade

Mas se a dor de cabeça for intensa ou incomum, além de necessitar um tratamento mais específico ou potente, pode significar que é a evolução de um problema mais sério, como um derrame (AVC), um tumor ou uma infecção no sistema nervoso central.

Saiba prevenir um derrame.

Portanto, é preciso saber como controlar a grande maioria das dores de cabeça que não significam ameaças à saúde e saber quando a situação necessita de cuidados urgentes.

Prestar atenção ao ambiente, hábitos alimentares e atividades que causam desencadeiam a dor de cabeça é o primeiro passo.

Causas

Não se sabe exatamente todos os motivos de uma dor de cabeça. Sabe-se que o tecido cerebral e o crânio nunca são responsáveis, já que não têm nervos que registram a dor.

Mas os vasos sanguíneos da cabeça e do pescoço podem sinalizar dor, assim como os tecidos que envolvem o cérebro e alguns dos principais nervos que se originam no cérebro.

O couro cabeludo, seios paranasais, dentes e músculos e articulações do pescoço também podem causar dor cabeça.

Tipos de cefaléia

Existem mais de 300 tipos de dores de cabeça, mas apenas cerca de 10% destas têm uma causa conhecida. Ou seja, são secundárias a outros problemas de saúde.

90% das cefaléias são chamadas de dores de cabeça primárias.

Os tipos mais comuns são devido a uma sinusite, tensão ou enxaqueca.

Na sinusite, a dor de cabeça ocorre porque há infecção ou pressão nos seios paranasais.

A cefaléia de tensão ataca quando os músculos da cabeça e do pescoço se contraem.

A enxaqueca surge quando as terminações nervosas supersensíveis no cérebro criam dor.

Mas o que torna os músculos tensos ou faz com que algumas terminações nervosas do cérebro se tornem tão sensíveis? Isso não é tão bem compreendido.

As dores de cabeça podem derivar de muitos fatores ou combinações de fatores. A combinação específica é própria para cada indivíduo.

Potenciais culpados incluem:

publicidade

  • Fumaça de cigarro
  • Certos odores
  • Luz brilhante, como luz solar ou luzes piscando
  • Alimentos, como queijos envelhecidos, abacates, bananas, chocolate, ervilhas, carne de porco, creme azedo, nozes, manteiga de amendoim ou iogurte
  • Álcool
  • Mudanças nos níveis de estrogênio para mulheres
  • Tomar certos medicamentos prescritos, como nitroglicerina (para doença coronariana); e estrogênio (anticoncepcionais ou reposição hormonal)
  • Abstinência de cafeína
  • Interrupção abrupta de medicamentos que contenham cafeína, como alguns medicamentos para aliviar a dor
  • Aditivos alimentares, como glutamato monossódico (MSG) e nitratos (encontrados em carnes curadas).

Dores de cabeça primárias

Aqui está um resumo sobre algumas principais dores de cabeça primárias.

Cefaléias mistas

Algumas dores de cabeça não se encaixam bem em nenhuma das categorias: tensão ou enxaqueca.

Esse tipo “misto” têm características de ambos os tipos e, por serem difíceis de classificar, o tratamento pode ser desafiador.

Quanto mais intensa a dor de cabeça tensional se torna, mais se assemelha à dor aguda e latejante de uma enxaqueca.

Da mesma forma, quando uma dor de cabeça por enxaqueca se torna mais frequente, sua apresentação começa a parecer uma cefaléia de tensão.

Dor de cabeça causada por um medicamento ou doença

Algumas dores de cabeça são, na verdade, sintomas de outro problema de saúde.

Muitas condições médicas que não ameaçam a vida, como resfriado, gripe ou sinusite, podem causar dor de cabeça.

Algumas causas menos comuns, mas graves, incluem sangramento, infecção ou um tumor.

Uma dor de cabeça também pode ser o único sinal de alerta de pressão alta (hipertensão arterial).

Além disso, certos medicamentos – como a nitroglicerina, prescrita para um problema cardíaco, e o estrogênio, prescrito para os sintomas da menopausa – são causas notórias de dor de cabeça.

A cefaléia pode significar um problema mais sério e o atendimento médico deve ser o mais rápido possível se tiver as seguintes condições:

  • Dor de cabeça súbita que parece um golpe na cabeça (com ou sem rigidez no pescoço)
  • Dor de cabeça com febre
  • Convulsões
  • Dor de cabeça persistente após um trauma (pancada) na cabeça
  • Confusão ou perda de consciência
  • Dor de cabeça junto com dor no olho ou ouvido
  • Dor de cabeça súbita e intensa e que não melhora com analgésico
  • Dor de cabeça que interfere nas atividades de rotina.

Sempre leve as crianças que têm dores de cabeça recorrentes ao médico, especialmente quando a dor ocorre à noite ou quando a criança acorda de manhã.

Cefaléia de tensão

Ocorrendo em cerca de três em cada quatro adultos, as cefaléias tensionais são as mais comuns de todas as dores de cabeça.

Pode afetar crianças, mas é mais comum em adultos.

A dor é constante em toda a cabeça, mas comumente sentida na testa ou na parte de trás da cabeça.

Geralmente não são acompanhada por outros sintomas.

Na maioria dos casos, são de gravidade leve a moderada e ocorrem com pouca frequência.

Mas algumas pessoas apresentam queixas severas, e algumas são incomodadas por três ou quatro vezes por semana.

Pessoas com fortes dores de cabeça por tensão podem sentir que sua cabeça está em um torno. Os ombros e o pescoço também podem doer.

As causas podem variar de pessoa para pessoa. Mas alguns gatilhos são comuns.

A dor de cabeça por tensão é frequentemente desencadeada por:

Muitos desses gatilhos para dor de cabeça causada por tensão – especialmente estresse, fome, fadiga e falta de sono – também podem desencadear uma enxaqueca.

A maioria dura de 20 minutos a duas horas.

Os analgésicos de venda livre, como paracetamol e antiinflamatórios não-esteroidais (AINEs), como aspirina, naproxeno ou ibuprofeno geralmente são eficazes.

Uma bolsa aquecida ou um banho quente pode ajudar; algumas pessoas se sentem melhor após dormir um pouco ou um fazer lanche leve.

A pessoa deve tentar identificar os gatilhos para poder evitá-los.

Descansar e não pular refeições, além de aprender técnicas de relaxamento são práticas saudáveis.

publicidade

Enxaqueca

As enxaquecas ocorrem com menos frequência do que as cefaléias por tensão, mas geralmente são muito mais graves.

A enxaqueca é uma dor latejante, moderada a grave, muitas vezes acompanhada de náusea e sensibilidade à luz e ao som.

A dor pode estar localizada na região temporal da cabeça, no olho ou na parte de trás da cabeça, muitas vezes apenas de um lado.

Algumas pessoas relatam sintomas neurológicos antes de a dor começar. Esses sintomas prévios são chamados de aura.

Na aura, a perturbação visual á queixa mais comum.

Normalmente, a enxaqueca ocorre desde a infância até a meia idade.

Em crianças, a enxaqueca é um pouco mais comum entre os homens, mas após a puberdade é muito mais comum em mulheres, sendo duas a três vezes mais frequente no sexo feminino.

Embora os homens sejam menos atingidos, neste, a enxaqueca pode ser um sinal de algo mais grave. Um estudo de Harvard com 20.084 homens entre 40 e 84 anos relatou que enxaquecas aumentam o risco de ataques cardíacos em 42% nestes.

Os episódios duram um dia ou mais.

Eles tendem a ocorrer menos frequentemente durante a gravidez e com o avançar da idade.

Acredita-se que as enxaquecas são causadas por alterações no fluxo sanguíneo cerebral e na atividade das células nervosas.

A genética é importante, já que 70% das pessoas com enxaqueca têm pelo menos um parente próximo com o problema.

Gatilho

Embora uma enxaqueca possa ocorrer sem aviso, ela geralmente é acionada por um gatilho.

Os fatores que desencadeiam uma enxaqueca variam de pessoa para pessoa, mas um paciente geralmente permanece sensível aos mesmos gatilhos.

A tabela lista alguns dos mais comuns.

Principais gatilhos de enxaqueca

  • Mudança do clima: aumento da umidade, calor
  • Falta de sono ou dormir demais
  • Fadiga
  • Estresse emocional
  • Gatilhos sensoriais: luzes brilhantes ou piscando, ruídos altos, cheiros fortes
  • Gatilhos dietéticos:
    • faltando uma refeição
    • álcool, especialmente vinho tinto
    • chocolate
    • nitratos em carnes e peixes curados
    • queijo envelhecido
    • aumento ou diminuição da cafeína
    • alimentos com glutamato monossódico (frequentemente presente em alimentos asiáticos).

Sintomas de enxaqueca

As enxaquecas geralmente começam à noite ou durante o sono.

Em algumas pessoas, os ataques são precedidos por várias horas de fadiga, depressão e lentidão ou por irritabilidade e inquietação.

Porque os sintomas variam amplamente, pelo menos metade de todos os que sofrem de enxaqueca pensam que têm sinusite ou dores de cabeça tensionais, não enxaquecas.

Cerca de 20% das enxaquecas começam com um ou mais sintomas neurológicos chamados aura.

Queixas visuais são mais comuns. Elas podem incluir a visão de halos, brilhos ou luzes intermitentes, linhas onduladas e até perda temporária de visão.

A aura também pode produzir dormência ou formigamento em um lado do corpo, especialmente no rosto ou na mão.

Alguns pacientes desenvolvem sintomas de aura sem ter dores de cabeça; muitas vezes pensam que estão tendo um derrame, não uma enxaqueca.

Em casos típicos, a dor é em um lado da cabeça, muitas vezes começando ao redor do olho e da têmpora antes de se espalhar para a parte de trás da cabeça.

A dor é freqüentemente grave e é descrita como latejante ou pulsante.

A náusea é comum, e muitos pacientes com enxaqueca têm olhos lacrimejantes, nariz escorrendo ou congestão.

Se esses sintomas são proeminentes, eles podem levar a um erro diagnóstico de sinusite.

Sem tratamento eficaz, os ataques de enxaqueca geralmente duram de quatro a 24 horas.

Para quem está sofrendo de enxaqueca, até quatro horas é tempo demais – e é por isso que o tratamento precoce é tão importante.

Prevenção da enxaqueca

Algumas pessoas podem evitar enxaquecas simplesmente evitando os gatilhos.

Outros ficam bem com a terapia imediata para ataques ocasionais, assim que começam.

Mas os pacientes que sofrem ataques de enxaqueca frequentes geralmente se beneficiam de medicações preventivas.

Medicamentos eficazes para a prevenção incluem betabloqueadores (como propranolol e atenolol), certos antidepressivos (como a amitriptilina) e certos medicamentos anticonvulsivantes (como o topiramato e o valproato).

Casos difíceis devem ser tratados por um neurologista experiente.

Localização comum das causas mais comuns de dor de cabeça
Diferença de localização das causas mais comuns de dor de cabeça

Dores de cabeça em salvas (Cluster headache)

Cefaléias em salvas são dores de cabeça incomuns, mas muito graves, e ocorrem cinco vezes mais em homens do que em mulheres.

Embora qualquer um possa ter cefaleia em salvas, o paciente típico é um homem de meia-idade com história de tabagismo.

O problema recebe esse nome porque as dores de cabeça tendem a aparecer em grupos, com um a oito episódios de dor por dia durante um período de um a três meses a cada 1 ano ou dois, muitas vezes na mesma época do ano.

A dor sempre atinge um lado da cabeça, geralmente ao redor de um olho, e é extremamente intensa.

O olho no lado dolorido é vermelho e lacrimenjante, a pálpebra pode ficar um pouco fechada e o nariz apresenta coriza ou fica congestionado.

O ataque começa abruptamente e dura de 30 a 60 minutos.

A maioria dos pacientes fica inquieta e agitada durante o ataque e andam de um lado para o outro, correm ou batem a cabeça contra a parede.

Náuseas e sensibilidade à luz e ao som podem acompanhar a dor.

Inalar oxigênio logo após o início da dor de cabeça pode muitas vezes parar o ataque.

A medicação mais eficaz para prevenir ataques de cefaléia em salvas é o verapamil, um bloqueador dos canais de cálcio, mas só deve ser usado se prescrito por um médico, devido ao risco de fazer arritmia cardíaca ou hipotensão.

Outros medicamentos que podem ajudar incluem o divalproato, o topiramato e o lítio.

Outros tipos de dores de cabeça

Algumas outros tipos de cefaléia são:

Cefaléia por medicação

Muitos medicamentos causam dores de cabeça entre seus efeitos colaterais.

E embora pareça paradoxal, muitos medicamentos usados para tratar cefaléia também podem causar dores de cabeça por uso excessivo de medicamentos (geralmente uso por mais de 10 a 15 dias) ou efeito rebote.

Sofredores de enxaqueca são particularmente vulneráveis a um ciclo vicioso de dor que leva a mais medicamentos, o que provoca mais dor.

A maneira de descobrir é descontinuar ou reduzir o uso da medicação.

O médico pode prescrever um corticosteróide, como a prednisona, para ajudar a controlar a dor durante o período de abstinência.

Cefaléia por sinusite

Os seios paranasais são cavidades nos ossos da face ao redor do nariz.

A sinusite é a infecção nestas cavidades.

A sinusite aguda causa dor na testa, ao redor do nariz e dos olhos, nas bochechas ou nos dentes superiores.

O movimento de inclinar-se para frente aumenta a dor.

Secreção nasal espessa, congestão e febre sugerem a infecção nos seios paranasais..

Quando a infecção aguda melhora, a dor desaparece.

A sinusite afeta pessoas de todas as idades. Pessoas com alergias parecem mais vulneráveis.

Leia sobre sinusite.

Dor de cabeça por sorvete

Algumas pessoas desenvolvem uma cefaléia súbita e aguda quando comem qualquer alimento ou líquido gelado;

A dor acaba em menos de um minuto, mesmo que a pessoa continue ingerindo o produto.

Ingerir devagar ou menos gelado pode evitar a dor.

Dor de cabeça por pressão alta

Exceto em casos de pressão arterial muito alta, a hipertensão arterial sistêmica não causa cefaléia. Embora pessoas com pressão extremamente elevada cronicamente possam não queixar de dor, como se a cabeça acostumasse.

De fato, a maioria das pessoas com pressão alta não apresenta nenhum sintoma. Mas isso não é motivo para negligenciar a hipertensão arterial.

A hipertensão leva a derrames (AVC), ataques cardíacos, insuficiência cardíaca e doença renal, portanto, todos os pacientes devem manter sua pressão controlada.

Dor de cabeça por exercício e sexo

Exercício súbito e extenuante pode causar dor de cabeça.

Aquecimento gradual ou tratamento com medicação anti-inflamatória antes do exercício pode ajudar.

A relação sexual também pode desencadear dores de cabeça. Alguns homens notam apenas uma dor incômoda, mas outros sofrem ataques graves, chamados de dores de cabeça orgásticas (ou orgásmicas).

Algumas pessoas podem evitar a dor tomando um anti-inflamatório 30 a 60 minutos antes da relação sexual.

Quando se preocupar com uma dor de cabeça

Aqui estão alguns sinais de aviso de quando se preocupar com a dor de cabeça:

  • Quando se desenvolve depois dos 50 anos
  • Quando há uma grande mudança no padrão das suas dores de cabeça
  • Uma dor de cabeça excepcionalmente severa
  • Quando aumenta com a tosse ou movimento
  • Quando a dor fica cada vez pior
  • Mudanças na personalidade ou função mental
  • Quando acompanhada de febre, rigidez de nuca, confusão, diminuição do estado de alerta ou da memória ou sintomas neurológicos, como distúrbios visuais, fala arrastada, fraqueza, dormência ou convulsões
  • Quando acompanhada por olho vermelho e doloroso
  • Quando acompanhada de dor e sensibilidade perto da região temporal
  • Depois de um golpe na cabeça
  • Quando impede atividades diárias normais
  • Quando vem abruptamente, especialmente a pessoa é acordada pela dor à noite
  • Quando em pacientes com câncer ou comprometimento do sistema imunológico

Como evitar dores de cabeça

Para evitar a dor de cabeça, é importante reconhecer as suas características

A pessoa deve anotar seus gatilhos e como a dor se comporta: frequência, duração, intensidade, bem como as circunstâncias que cercam os episódios, incluindo:

  • Medicamentos
  • Alimentação
  • Padrões de sono
  • Atividades
  • Ingestão de álcool
  • Ciclo menstrual, para mulheres
  • Meio Ambiente
  • Níveis de estresse
  • Problemas físicos.

Também é muito importante dormir bem, alimentar-se adequadamente e praticar atividades físicas, como corrida ou caminhada.

Referências

publicidade

Veja também:

data-matched-content-ui-type="image_sidebyside" data-matched-content-rows-num="3" data-matched-content-columns-num="3" data-ad-format="autorelaxed">