Caminhar ou correr: qual é o melhor para emagrecer?

Caminhar ou correr: qual é o melhor para emagrecer?

Tempo de leitura estimado: 3 minutos
Print Friendly, PDF & Email

O exercício aeróbico usa o oxigênio no processo de geração de energia dos músculos.

Seja ele caminhar rápido ou correr, o exercício aeróbico atua na queima de gorduras, pois as células musculares consomem mais oxigênio para produzir energia.

Mas o que escolher: caminhar ou correr para emagrecer?

Antes, vamos falar do coração

Pesquisadores da American Heart Association dizem que caminhar é tão bom quanto correr quando se trata de diminuir o risco de doença cardíaca.

Eles descobriram que a caminhada rápida diminui o risco de diabetes, colesterol alto e pressão arterial elevada, tanto quanto correr, considerando a mesma distância.

Pressão alta tratamento e prevenção 3

A diferença? A pessoa terá que gastar mais tempo caminhando do que correndo para obter os mesmos benefícios de saúde simplesmente porque leva mais tempo para andar do que correr a mesma distância.

Assim, uma corrida de 15 minutos faz o mesmo efeito que uma caminhada rápida de meia hora.

Caminhada rápida e corrida melhoram a saúde do coração desde que sejam instituídas gradualmente, após avaliação médica, e sejam praticadas regularmente.

Caminhar ou correr: qual é o melhor para emagrecer?

Ambas as atividades são ótimas maneiras de permanecer em forma, no entanto, para perder peso mais rápido, a corrida é mais eficiente.

A corrida é melhor para emagrecer porque correr é mais extenuante, então a queima de calorias é muito maior – 2,5 vezes mais calorias do que caminhar, no mesmo tempo. A corrida queima, em média, 13,5 calorias por minuto.

Então, na média, sem considerar as particularidades de cada pessoa, 1 hora de corrida queima 810 calorias e 1 hora de caminhada rápida queima apenas 324 calorias. A diferença, assim, é queima de caloria por minuto e não por quilômetro.

Em segundo lugar, a supressão do apetite pós-exercício é maior após o exercício vigoroso. Portanto, quem corre tem menos fome e tende a ingerir menos calorias após o treino.

Em terceiro lugar, um exercício físico mais vigoroso, como correr, faz com que o corpo continue a queimar calorias após o término da atividade. O corpo não consegue simplesmente “freiar” a queima de calorias instantaneamente.

Assim, a corrida emagrece mais, e caminhar é um ótimo treinamento para começar a correr. E tanto faz correr ou caminhar na esteira ou na rua, mas tenha uma planilha para gradualmente aumentar a troca da caminhada pela corrida, intercalando as duas..

Para melhorar a queima de calorias na caminhada, a dica é compensar essa diferença indo mais longe na distância ou, melhor ainda, incorporar intervalos de maior velocidade e lentamente conseguir passar a correr.

Em outras palavras, quanto mais esforço, mais calorias serão queimadas: esta é a fórmula para perder peso.

Risco de danos

Embora mais eficiente para o emagrecimento, a corrida não é para todos.

Não se deve esquecer que a chance de lesão é maior nos corredores, porque correr coloca mais estresse sobre o corpo – sobre as articulações, em particular.

Correr aumenta o risco de lesões, pois a corrida produz um impacto no solo de aproximadamente 2,5 vezes o peso corporal em comparação com 1,2 vezes que a caminhada produz.

Caminhar ou correr para perder peso

Todos os pesquisadores concordam com uma coisa: o melhor exercício é aquele que a pessoa gosta e pratica regularmente.

Mas optar por correr ou caminhar dependerá dos objetivos e possibilidades físicas.

Pode-se escolher caminhar para reduzir o risco de lesões nas articulações ou escolher correr porque a perda de peso é atingida em um curto período de tempo.

No entanto, ambos irão ajudar a controlar o peso, equilibrar o sono, melhorar o humor, aumentar o nível de energia e reduzir o risco de doenças crônicas.

Mas não esqueça, sempre que iniciar uma nova forma de se exercitar, o coração, músculos e ossos precisarão de tempo para se adaptar.

O tempo para adaptação do corpo depende da recuperação adequada. Sem recuperação, o corpo torna-se suscetível a dores, tensões, entorses, fraturas de estresse e fadiga intensa: o overtraining.

Por esta razão, é importante construir gradualmente a prática de atividade física e prestar atenção a como o corpo responde.

Caminhar e correr são seguros quando incluídos como parte de um programa de exercícios equilibrados.

Para evitar o overtraining, faça a atividade em dias alternados no início. E inclua também um treinamento de força com musculação para melhorar o tônus muscular.

Não deixe de completar com um bom aquecimento antes e alongamento no final.

correr caminhar emagrecer

Mais sobre corrida

Sobre o tema “corrida”. temos outros artigos que podem ser do seu interesse:

E quem corre deve estar bem hidratado: Hidratar o corpo: água e saúde.

Referências

O que É asma: causas, sintomas e tratamento