ARTRITE x ARTROSE: Qual É a Diferença?

Curta e Compartilhe!
Tempo de leitura: 4 minutos

Artrose ou artrite?

Artrite e artrose soam parecidas.

Ambas afetam os ossos, ligamentos e articulações.

publicidade

Elas também compartilham muitos dos mesmos sintomas, incluindo rigidez e dor nas articulações. Mas a diferença entre as duas é importante.

O que é artrite?

Artrite é um termo genérico, usado para descrever várias condições que causam inflamação nas articulações.

Em alguns casos, a inflamação também pode afetar a pele, músculos e órgãos.

Exemplos incluem a artrite reumatóide, a gota e a artrite psoriásica (leia sobre psoríase), dentre muitos tipos.

O que é artrose?

Artrose é outro nome para osteoartrite, que também é um tipo de artrite. E é o tipo mais comum de artrite.

Para fins didáticos, a artrose não será descrita como um tipo de artrite neste artigo.

A artrose é causada pelo desgaste das juntas e cartilagens. Esse desgaste pode ser natural ou pelo uso excessivo da articulação.

Cartilagem é o tecido macio que cobre as extremidades dos ossos e ajuda as articulações a se moverem melhor por diminuir o atrito.

Com o tempo, a cartilagem pode se deteriorar e pode até desaparecer completamente. Isso resulta em contato osso-osso nas articulações, causando dor, rigidez e, às vezes, inchaço.

A artrose pode afetar qualquer articulação do corpo.

É mais provável que afete as articulações das mãos, pescoço, joelhos e quadris.

O risco de desenvolver artrose aumenta com a idade.

Sintomas da artrite e da artrose

Artrite

Os sintomas variam conforme a causa.

Dor nas articulações e rigidez são os dois mais comuns.

Outros sintomas comuns incluem:

publicidade

  • inchaço nas articulações
  • vermelhidão da pele ao redor das articulações afetadas
  • amplitude de movimento reduzida nas articulações afetadas

Artrose

Os sintomas mais comuns da artrose incluem:

  • dor nas articulações
  • rigidez articular
  • sensibilidade nas articulações afetadas
  • flexibilidade reduzida nas articulações afetadas
  • Percepção de atrito osso-osso ao colocar a mão sobre a articulação em movimento
  • esporões ósseos, ou pequenos pedaços de crescimento ósseo extra que podem se desenvolver em torno de articulações afetadas

Quais são os fatores de risco?

O risco de desenvolver artrose e alguns tipos de artrite pode ser afetado por:

  • Idade: a artrose e muitos outros tipos de artrite são mais comuns em pessoas idosas.
  • Gênero: as mulheres são mais propensas a desenvolver artrose, assim como a artite reumatóide. Os homens são mais propensos a desenvolver a gota e as artrite soro-negativas como a epondilite aquilosante e as artrites reativas.
  • Peso: peso extra coloca mais pressão sobre as articulações. Isso aumenta o risco de lesão articular e artrose. Estar acima do peso também aumenta o risco de outros tipos de artrite.
  • Lesões: acidentes e infecções podem danificar as articulações, aumentando o risco de artrose. Também pode aumentar as chances de desenvolver alguns outros tipos de artrite.
  • Deformidades articulares: cartilagem malformada e articulações irregulares aumentam o risco de artrose.
  • Ocupação: o trabalho que exige que a pessoa coloque muita pressão nas articulações pode aumentar o risco de artrose.
  • Genética: é mais provável que a pessoa desenvolva artrose se tiver um histórico familiar da doença. Os genes também afetam as chances de desenvolver outros tipos de artrite, como a artrite reumatóide.

Diagnóstico

A história familiar, a característica dos sintomas e o exame físico muitas vezes são o suficiente para o diagnóstico de artrose ou para sugerir o tipo de artrite.

O médico pode também solicitar alguns exames, tais como:

  • exames de sangue para verificar marcadores de inflamação e infecção
  • aspiração da articulação para coletar e analisar uma amostra de líquido da articulação afetada
  • artroscopia ou outros exames de imagem, tais como radiografias ou ressonâncias magnéticas, para examinar visualmente as articulações afetadas

Na artroscopia, o médico insere uma pequena câmera dentro da articulação afetada, permitinso que tenha uma visão mais detalhada.

Tratamento

Os tratamentos, tanto para uma quanto para a outra, podem incluir:

  • Medicamentos: estes incluem paracetamol vendido sem receita médica, medicamentos anti-inflamatórios não esteróides (AINEs), como ibuprofeno ou diclofenaco.
  • Fisioterapia: os exercícios irão fortalecer e estabilizar as articulações e recuperar ou manter a amplitude de movimento.

    Calcanheira
  • Terapia ocupacional: desenvolver estratégias para ajustar o ambiente de trabalho ou hábitos ajudam a gerenciar a condição.
  • Órteses: incluem suspensórios, talas ou inserções de sapatos que ajudam a aliviar o estresse e a pressão nas articulações danificadas. Geralmente, para o esporão de calcâneo, uma calcanheira (vendida em farmácias e algumas sapatarias) alivia bem as dores.
  • Cirurgia da articulação: a substituição articular ou fusão articular limpará, substituirá ou fundirá as juntas danificadas.

Na maioria dos casos, o médico irá tentar tratamentos menos invasivos antes de recomendar a cirurgia.

Tratamentos mais específicos serão definidos conforme o tipo de artrite.

Referências

publicidade

Veja também:

data-matched-content-ui-type="image_sidebyside" data-matched-content-rows-num="3" data-matched-content-columns-num="3" data-ad-format="autorelaxed">